“Canal 100: Uma Câmera Lúdica, Explosiva e Dramática”.

Era uma vez um futebol que tinha Pelé, Garrincha, Tostão, Gerson, Jairzinho, Carlos Alberto Torres, Félix, Coutinho etc etc etc.
E ainda era filmado (e editado) com uma classe…
As câmeras do Canal 100 são o tema de um livro de arte – de futebol-arte. “Canal 100: Uma Câmera Lúdica, Explosiva e Dramática” (Dois Um Produções), organizado por Carla Niemeyer (filha de Carlos Niemeyer, criador da produtora) e Cláudia Pinheiro, tem umas 300 imagens de clássicos do futebol brasileiro, que levavam ao deleite o torcedor brasileiro que ia ao cinema entre as décadas de 60 e 80. E mais recentemente, em algumas sessões de festivais como o CINEfoot.

10452813_696792713716926_2180656043747382671_o (1)
https://www.facebook.com/pages/DOIS-UM-Produções/

Este livraço, que saiu durante a Copa, custa 45 reais e inclui um DVD, com uns 40 minutos de gols do Canal 100. Olha só o que tem neste extra:

  • Fla-Flu de 1960, onde os rubro-negros quebraram a invencibilidade dos tricolores (de uniforme branco) no campeonato carioca, que seria o último conquistado pelo América.
  • Depois de uma reportagem do Canal 100 sobre o ‘Carnaval quatrocentão’, o DVD tem outro Fla-Flu, em Maracanã lotado. O que decidiu o título carioca de 1969. Tempos em que os uniformes clássicos (Fla de rubro-negro e Flu novamente de branco) não tinham marcas de patrocinadores. E que o goleiro também era chamado de “keeper”. Félix era o “keeper” do Flu. Rodriguez, o do Fla, dá um pique “a 100 km por hora” para reclamar do segundo gol tricolor. No final, o Flu ganhou por 3×2 e deu a volta olímpica. O técnico? Um mestre Telê Santana começando sua gloriosa carreira de treinador.
  • Depois do cinejornal sobre a visita da musa Claudia Cardinale ao Rio, para filmar “Uma Rosa para Todos” (no papel de uma mulata!), tem o clássico Botafogo x Santos no Torneio Rio São Paulo de 1964, já no começo de 1965. Do lado do glorioso, tinha Manga, Gerson, Jairznho, Garrincha… Do lado do alvinegro praiano, Gylmar, Pelé, Coutinho… E o Canal 100 ainda usava a versão instrumental de “Na Cadência do Samba”, a melô do “Que Bonito É”… Covardia…
  • A seguir, uma reportagem sobre o surf, “a nova moda das praias cariocas”, e outra toda sobre a estreia da Seleção Brasileira na Copa de 1966, contra a Bulgária, no estádio do Everton, Goodison Park. Pelé e Garrincha (com a 16), garantiram a vitória, ambos em belíssimas cobranças de falta. Pelé vibrou muito com o gol de Mané – foi o último do anjo das pernas tortas com a amarelinha.
  • Tem também um curta sobre o GP do Brasil de F1, num autódromo de Interlagos ensolarado e tomado por “150 mil pessoas” em 1973. O então campeão mundial Emerson Fittipaldi venceu de ponta a ponta, com a Lotus 72 D, aquela flecha negra, o carro mais bonito da história da Fórmula 1. Mas o segundo no pódio em Interlagos, Jackie Stewart, se recuperaria e adiaria o bi de Fittipaldi.
  • O último filme do DVD é a reportagem sobre o clássico Brasil 1×0 Inglaterra, na Copa de 1970, no México. O jogo da extraordinária defesa de Gordon Banks na cabeçada do Rei Pelé. E da jogadaça de Tostão no gol decisivo, de Jairzinho, o ‘furacão da Copa’.

O livro virou exposição em 2015. “Canal 100, uma câmera lúdica, dramática e explosiva” fica até 29 de março no Galpão das Artes – Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico do Rio. Continuar lendo ““Canal 100: Uma Câmera Lúdica, Explosiva e Dramática”.”

Everton 2014-15

10653559_10152220686921277_8877090404154628247_n
Não sei se o Eto’o é gente boa, acredito que sim, mas simpatizo com o camaronês e tomara que ele continue fazendo seus golzinhos no Everton, que vai disputar a Europa League (grupo H, com Krasnodar, da Rússia, mais Lille e Wolfsburg), além das competições inglesas. Outro que veio do Chelsea foi o atacante belga Romelu Lukaku – Rom, para os íntimos.

  • BvfnlTLIIAAOIzr>In>: Gareth Barry (Manchester City), Muhamed Bešić (Ferencváros ), Romelu Lukaku (Chelsea, Brendan Galloway (MK Dons FC), Christian Atsu (emprestado pelo Chelsea), Samuel Eto’o (liberado pelo Chelsea), David Henen (emprestado pelo Olympiacos)
  • <Out<: Mason Springthorpe, Apostolos Vellios, Shane Duffy (Blackburn Rovers)
  • Técnico: Roberto Martínez
  • Estádio: Goodison Park. Capacidade: 39.572. Média em 2013-14, segundo a Pluri: 37.732 espectadores, jogo, a 42ª do mundo. 94% de ocupação do Goodison Park.
https://www.facebook.com/Everton
https://www.facebook.com/Everton
  • Uniformes: a Umbro volta a vestir os #Toffees. Confira a galerias de imagens de cada um dos três uniformes do Everton.

Confira post anterior sobre os 90 anos da Umbro e muitos outros uniformes da fábrica de origem inglesa.
10431182_10152105725801277_769927983643793094_o Continuar lendo “Everton 2014-15”

Game over?

Faz muito tempo que não jogo video-game, mas lamento que o novo Fifa 15 não tenha os times do Brasileirão. O Santos chegou a protestar. Seleção Brasileira vai ter, mas por favor, não jogue contra a Alemanha. Outro 7×1, não!

Dá inveja de ver o tratamento que a fabricante EA Sports dá para a Premier League. Todos os 20 estádios da primeira divisão inglesa serão representados! Os rostos de 200 jogadores foram digitalizados.