Revista do Manchester City fez homenagem ao Oasis.

(Depois da reportagem de João Castelo Branco, na ESPN Brasil)

https://www.facebook.com/mcfcofficial/
https://www.facebook.com/mcfcofficial/

Num dos jogões do campeonato inglês neste fim de semana (#MCIvsCHE), o Manchester City homenageou o cantor Liam Gallagher (Beady Eye, ex-Oasis), que fez aniversário neste domingo. O vocalista é um “citizen” fanático, como o irmão, Noel. Acima, vemos a capa de um suplemento de 16 páginas sobre o Oasis, que saiu no programa oficial da partidaça entre o City e o Chelsea, que terminou empatada (1×1).

Para o colecionador que se interessar, a revista tem o zagueiro Eliaquim Mangala na capa, e a empresa que publica os programas do Manchester City na Inglaterra remete para o exterior. Eis o link da editora: http://www.manchestercityprogrammes.co.uk/index.php. Aqui, o link para comprar esta edição com Mangala e os irmãos Gallagher.10710978_10154669509260455_911987781767676138_n
Um dos destaques desta partida foi o incansável Frank Lampard. O ex-ídolo do Chelsea foi negociado com o novo NYCFC, mas joga emprestado até o fim do ano no Man City (um dos sócios do novo time de Nova York). No jogaço de Manchester, o primeiro contra seu ex-clube, Lampard foi saudado até pelos torcedores do Chelsea.

Super Lampard! Super Frank Lampard!

Como quase sempre acontece nessas ocasiões, marcou um gol. E preferiu não comemorar.

Outro jogaço da rodada da Premier League, foi a histórica virada do Leicester City em cima do rival do City, o Manchester United. O United chegou a fazer 3×1, mas levou a virada: 5×3. Bem verdade que com a marcação de um pênalti pra lá de duvidoso no lance do brasileiro Rafael. Pênaltis…

E o baixista Geezer Butler, do Black Sabbath, um torcedor do Aston Villa, tuitou:

Continuar lendo “Revista do Manchester City fez homenagem ao Oasis.”

Recorde de público do #soccer nos EUA

https://www.facebook.com/IntChampionsCup
https://www.facebook.com/IntChampionsCup
10345732_10152340506247746_7608577332330955514_n
https://www.facebook.com/manchesterunited

Não é à toa que o Michigan Stadium tem o apelido de Big House. O jogaço entre Manchester United e Real Madrid, pela International Champions Cup, bateu o recorde de público do #soccer nos EUA. 109.318 espectadores. O ManUtd venceu, por 3 a 1, com show de Ashley Young. Pelo lado madridista, destaque para Gareth Bale. A marca anterior era de 101.799 na decisão da medalha de ouro no futebol, nos jogos de Los Angeles, em 1984, no Rose Bowl (França 2×0 Brasil). Esse campo de futebol cercado por torcedores de todos os lados, mais as multidões que se reuniram nas grandes cidades americanas para acompanhar em telões os jogos do US Men National Team na Copa do Mundo de 2014, mostram que o #soccer está crescendo muito nos Estados Unidos. Tanto que isso já irrita as mentes conservadoras. A Major League Soccer tem a 9ª melhor média de público do mundo: 18.743 pessoas/jogo, contra 14.951 do Brasil – dados da Pluri Consultoria. Na temporada que começa em 2015, chegam Kaká (Orlando City), David Villa, Frank Lampard (New York City FC) etc. No post anterior, destacamos que o Seattle Sounders está entre os três times com maior média de público nas Américas. Continuar lendo “Recorde de público do #soccer nos EUA”