Seleção de camisas

Seleção de camisas

A adidas já apresentou as camisetas titulares das seleções classificadas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, que têm contrato com a marca. E como os sites especializados já vinham avisando, a linha é retrô, com um olho voltado para os anos 80 e 90, em especial, e muitos desenhos geométricos. Clique em qualquer foto abaixo para abrir a galeria.

Começando pela dona da casa.

Home kit. Rússia 2018, adidas.

A Rússia vai tentar sua primeira conquista Mundial com uma “home jersey” que lembra a camiseta usada na final do futebol olímpico, nos jogos de Seul, 1988. Os soviéticos levaram a medalha de ouro depois de derrotar por 2×1 a seleção olímpica brasileira, treinada por Carlos Alberto que tinha Taffarel, Jorginho, Geovani, Bebeto e o genial Romário. A URSS também foi campeã da primeira Euro, em 1960.
Mais seleções dentro do post! Continuar lendo “Seleção de camisas”

Eurokits: os uniformes da Eurocopa 2016

Quais são os uniformes mais bonitos da Euro 2016, hein? Abaixo, criei galerias que mostram os uniformes titulares (home kits) de todas as 24 seleções, grupo por grupo. Clique em qualquer foto para abrir cada galeria e ver em detalhe.

Grupo A

Continuar lendo “Eurokits: os uniformes da Eurocopa 2016”

Eurocopa de camisas

Atualizado em 10/11/15

Os fabricantes de material esportivo aproveitam a semana Data Fifa para lançar as novas camisetas das seleções classificadas para a Euro 2016 ou ainda lutando por vaga no campeonato europeu, que vai ser disputado na França em junho/julho do ano que vem. Na galeria abaixo, seleções vestidas pela Adidas: Alemanha, Bélgica, Irlanda do Norte, País de Gales. Ainda tentam vagas no mata-mata: Bósnia-Herzegovina, Dinamarca e Suécia (impossível deixar feia a combinação de amarelo e azul da seleção sueca…)

Clique em qualquer imagem para abrir a galeria.

Na segunda galeria, as camisas titulares das seleções que têm contrato com a Puma: Itália, Suíça, Áustria, República Checa, Eslováquia.

Continuar lendo “Eurocopa de camisas”

Não tá fácil pra ninguém.

Raïs M’Bolhi, Mandi, Mostefa, Belkalem, Halliche (depois Bougherra),Ghoulam, Lacen, Feghouli, Taïder (depois Brahimi), Soudani (depois Djabou), Slimani. Esses argelinos seguraram a a toda poderosa Alemanha de Lahm, Schweinsteiger, Özil, Götze, Thomas Müller etc por pouco mais de 90 minutos. Se o goleiro Raïs M’Bolhi (que joga no CSKA Moscou) foi uma das ‘figuras’ da partidaça desta segunda-feira, o último da Copa no Beira-Rio, o “keeper” alemão, Manuel Neuer, só não fez defesa-escorpião. Porque jogar com os pés e com a cabeça o goleiro do Bayern jogou. Como um líbero de luvas. Goleiro-líbero! O 2×1 não diz o que foi esse jogo histórico, em que a Algéria poderia ter perfeitamente despachado a Alemanha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na galeria dos mascotinhos (copyright Lais Sobral) garantidos nas quartas de final, está o galo da França. Les Bleus tiveram dificuldades para romper a barreira Enyeama. A Nigéria só cedeu o segundo gol no finalzinho.

Vai ser um jogaço o de sexta-feira no Maracanã! Alemanha x França!

Quem sobreviver ao duelo europeu, enfrenta numa das semifinais o vencedor do confronto sul-americano, entre o Brasil, dono da casa que ainda precisa convencer, e a melhor Colômbia das Copas. Complicadíssimo.

Na outra chave, a Holanda que suou horrores para virar contra o México, pegará nas quartas de final a heroica Costa Rica. Sábado, em Salvador. Pelo menos é às 17h.

Argentina, Suíça, Bélgica e Estados Unidos disputam nesta terça-feira as últimas vagas nas quartas.

O blog aqui já achava que as oitavas seriam de enfartar, só não imaginava quanto… Continuar lendo “Não tá fácil pra ninguém.”

Bélgica 2014, no traço fino de Lais Sobral.

A seleção da Bélgica foi uma das sensações das Eliminatórias europeias. A campanha invicta (8 vitórias e 2 empates) num grupo com Croácia, Sérvia, Escócia, País de Gales e Macedônia levou os “diabos vermelhos” à condição de cabeça de chave no Mundial. A Copa de 2014 vai ser a 12ª dos belgas. O melhor resultado até aqui foi o quarto lugar no México, em 1986, com a geração de Pfaff, Celeumans, Gerets e Scifo.

Arte de Lais Sobral para o @FutPopClube : http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/
Arte de Lais Sobral para o @FutPopClube : http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/

Quem também está arrebentando a boca do balão é a artista plástica Lais Sobral, que fez a ilustração acima em homenagem a mais um dos países da Copa.

Curtiu? Os desenhos anteriores dessa espetacular série da Lais podem ser vistos neste link aqui. Continuar lendo “Bélgica 2014, no traço fino de Lais Sobral.”