Grenal 410

Grenal 410

FutPopClube em Porto Alegre, 3 de julho de 2016

20160703_105623

Gre-Nal 410. Gre-Nal das onze. Gre-Nal do almoço – ou do café da manhã, dependendo do horário que o torcedor está acostumado a acordar num domingo. No caso deste que vos bloga, Gre-Nal das bodas de ouro de tios queridos, data que me levou a Porto Alegre. Mas para o bem ou para mal, dependendo do lado, o grande dérbi gaúcho e brasileiro da ensolarada manhã deste domingo de inverno vai é ficar conhecido mesmo como o “Gre-Nal do trator”. Os colorados mais supersticiosos não devem ter gostado nada do teor do áudio que vazou, do técnico Argel, falando em passar um trator sobre o Grêmio. Eita comentário perigoso na véspera de um clássico…  Serviu pra apimentar ainda mais um dos dérbis de maior rivalidade do mundo. Duvido que o técnico Roger não tenha usado a declaração para motivar seus atletas. Se é que Gre-Nal com os dois rivais brigando lá em cima precisa de motivação…

Pois logo aos 19 minutos do primeiro tempo, foi o ataque gremista que veio como um trator  sobre os donos da casa. Rebatida de Muriel, Douglas mandou a bola pro fundo das redes).

E se o Grêmio esteve muito bem no primeiro tempo, depois do intervalo o Inter voltou com tudo, empurrado também pela torcida, que cantou mais forte no segundo tempo. Pressão total. O colorado teve um bom número de chances pra empatar, mas o trator colorado não conseguiu entrar na fazenda gremista.

Foi muito legal ver alguns gremistas chegando e saindo junto com colorados, de boa, na paz; e saber que existe um setor de torcida mista. Claro, não faltam gozações, como os “memes” de internet em cima da questão do trator.

20160703_125334Curiosidade: no fim do jogo, enquanto a torcida do Grêmio esperava a hora de sair da casa do rival, o pessoal do Beira-Rio colocou o hino do Inter no talo, pra tentar abafar os cantos dos visitantes.

Isso é Gre-Nal! E esse foi o Gre-Nal 410, o “Gre-Nal do trator”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “Grenal 410”

“O noso derbi”

Não, não escrevi errado o título do post, não. “O Noso Derbi” é o nome do dérbi galego, o clássico entre o Celta de Vigo e o Deportivo La Coruña, em galego, a língua da Galícia (antes dela, existia o Galego Português).10854284_10152687003531969_4681961821421431061_o

Neste fim de semana, O Noso Derbi” vai ser no estádio Riazor, em A Coruña.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mas o Celta vai abrir o estádio Balaídos para os torcedores celestes que ficarem em Vigo acompanharem o dérbi por telões. Pelo menos 800 ingressos foram vendidos para isso. O Celta vem de vitória sobre o campeão de La Liga, o Atlético, e está em 9º lugar. O Depor, em 14º.

Tá vendo esta imagem do estádio Balaídos, acima?

Tá pra começar uma reforma que vai deixar o estádio de Vigo assim, ó, olha aqui no post anterior. Continuar lendo ““O noso derbi””

Derby Days

10437767_690851331000011_8330791768052284352_nFalando de grandes clássicos, gostaria de indicar a série Derby Days, do Copa90, um canal de futebol no You Tube que tem nada mais, nada menos que 894 mil internautas inscritos. Aliás, o jornalista Eli Mengem já gravou Derby Days no clássico do Norte de Londres (veja aqui) e no dérbi da cidade dos Beatles (confira acolá).

Também já viu um dos maiores dérbis do mundo, El Clásico, entre Barça e Real Madrid (que aliás voltam a se encontrar dia 22 de março). Veja aqui esse episódio de Derby Days com Eli Mengem.

No mais recente vídeo da série Derby Days (até agora, são 11), Eli Mengem esteve em Glasgow, acompanhando o clássico entre Celtic e Rangers (veja aqui). Os arquirrivais escoceses estão em divisões diferentes, mais disputaram o Old Firm Derby nº 400 (!!) pela Copa da Liga Escocesa, em Hampden Park, que já foi um dos maiores estádios do mundo (o Celtic ganhou por 2×0).

Se viesse pela América do Sul, Mengem certamente teria pano para manga nos dérbis brasileiros nesta época de campeonatos estaduais e também nos clássicos que devem rolar na Libertadores, não é, não?
Continuar lendo “Derby Days”

Que rodada… na Espanha!

O líder Atlético de Madrid visita o novo San Mamés, no duelo #rojiblanco dos #Atletis. O Club Atlético de Madrid nasceu como filial do Athletic Club, em 1903. Jogaço.
Quem também tem uma parada dura é o Barça, que enfrenta seu arquirrival local, o Espanyol, na #fortaleza dele. Sem Valdés. O substituto, Pinto, já jogaria a final da Copa do Rei. Agora tem a primeira de mais 13 finais. Palavras do mister. Incluindo Champions.
E o Real recebe também um adversário local, o guerreiro Rayo, do bairro madrilenho de Vallecas. Parece o jogo mais tranquilo. Parece.

Lançamento: “Os Clássicos do Futebol Brasileiro”.

ImageProxy
No fim de semana, teve Come-Fogo e Majestoso no futebol paulista. Numa das semifinais da Copa do Nordeste, tem Clássico das Multidões. Se você tá boiando neste post, uma leitura curiosa pode ser o livro “”Os Clássicos do Futebol Brasileiro“, de José Renato Santiago e Marcelo Unti. “Mil e uma” curiosidades sobre 201 dérbis dos  estados e dos estádios do Brasil.

A noite de autógrafos é nesta quinta, 13 de março, às 19h, no São Cristóvão – um clássico dos bares da Vila Madalena, em São Paulo.

Na orelha do livro, o jornalista Maurício Noriega cita Vinicius:

Jogos comuns, vocês que me perdoem, mas os clássicos são fundamentais – Nori.

Continuar lendo “Lançamento: “Os Clássicos do Futebol Brasileiro”.”

“Almanaque do São Paulo” + “Os Clássicos do Futebol Brasileiro”.

ImageProxyDois livros muito curiosos.

Este slideshow necessita de JavaScript.


O José Renato Santiago, autor do texto do post anterior sobre o #Ferrim (clique aqui), que tem a maior coleção de livros e artigos de futebol segundo o Guinness World Records, está acrescentando mais dois livros na biblioteca, e o nono e décimo de autoria dele mesmo. De interesse mais dos são-paulinos, “Almanaque do São Paulo” é um calhamaço elaborado a 4 mãos com Raul Snell, que faz um levantamento histórico de todos os jogos disputados pelo tricolor paulista, desde a estreia do São Paulo da Floresta, em 1930, até o fim de 2013. A noite de autógrafos foi em 25 de fevereiro, no sempre movimentado bar São Cristóvão, na Vila Madalena – praticamente um museu do futebol informal.

O outro livro é indicado para quem curte as curiosidades do futebol em todos os estados brasileiros. “Os Clássicos do Futebol Brasileiro“, que José  Renato Santiago escreveu com Marcelo Unti, tem mais de mil informações sobre 201 dérbis de todos os estados, de 1902 até hoje. Opa! Boa ideia! Zé Renato e Marcelo Unti autografam este livro em 13 de março, também no bar São Cristóvão. Continuar lendo ““Almanaque do São Paulo” + “Os Clássicos do Futebol Brasileiro”.”