A Equipa das Quinas em busca da taça inédita

A Equipa das Quinas em busca da taça inédita

O selecionador nacional de Portugal, Fernando Santos, convocou hoje os 23 futebolistas da equipa para o Mundial 2018, na Rússia. Treze convocados foram campeões da Euro 2016, na França.

FIGURINHAS COM ASTERISCO – Ficaram de fora do plantel os médios André Gomes, do Barcelona, e Danilo Pereira (Porto), machucado, o avançado Nani (Lazio) e o defesa Eliseu (Benfica) – que entraram no álbum da Panini. Porém, André Gomes, Semedo, também do Barça, Nani e Éder (autor do gol da taça) estão na lista de 35 nomes.

Na geopolítica do futebol globalizado, seis disputam a liga portuguesa (4 do Sporting, 1 do Benfica, 1 do Porto, novo campeão), quatro militam no futebol inglês (1 do Southampton, 1 do Leicester, 1 do West Ham, 1 do campeão Manchester City), dois são da liga francesa (1 do Lyon, 1 do Monaco), três do futebol turco (2 do Besiktas e 1 do Goztepe), um na Bundesliga (Dortmund), dois estão no calcio (Napoli, Milan), um no futebol chinês, um do campeonato escocês (Rangers), um vem da Rússia (Lokomotiv) e dois de La Liga: Gonçalo Guedes, do Valencia, e a grande estrela da equipa, o avançado Cristiano Ronaldo, do Real Madrid.

Portugal está no grupo B e vai enfrentar Espanha, Marrocos e Irã.

Confira a Seleção das Quinas: Continuar lendo “A Equipa das Quinas em busca da taça inédita”

“Istanbul United”

Encontrei a notícia no excelente site “A Footbal Report“. Torcedores de três times de grande rivalidade no futebol turco se uniram nos protestos contra o governo Erdogan. Ultras do Galatasaray ajudaram os do Fenerbahçe cercados pela polícia. Rivais também socorreram ultras do Besiktas. E essa aliança das torcidas rivais vai render um documentário, “Istanbul United“, que já está sendo preparado pelo pelos diretores e produtores Farid Eslam e Olli Waldhauer e pela produtora Tina Schöpkewitz (confira o trailer abaixo).

Será um filme sobre os ultras no futebol turco e seu papel nos protestos que começaram no final de maio, primeiro contra a demolição do Parque Gezi, em Istanbul, depois contra o atual governo da Turquia. O pessoal do documentário “Istanbul United” faz uma campanha do tipo ‘crowdfundig’ para levantar 15 mil dólares para os custos básicos de produção do doc, com brindes ou recompensas de acordo com o investimento (confira aqui).

Bacana! Dá para imaginar algo assim com torcidas organizados da mesma cidade no Brasil?

Continuar lendo ““Istanbul United””