O time mais rico do mundo

O time mais rico do mundo

Facebook:  73 milhões de curtidas e contando. Instagram: 17,7 milhões.
Twitter: mais de 11,2 milhões. Google +: quase sete milhões de seguidores.
São os números (em 25/05/17) das redes sociais do Manchester United, o time de futebol mais rico do mundo (Deloitte Football Money divulgado em 2017), mesmo tendo chegado apenas em quinto lugar no Inglês 2015-16. Receita de 689 milhões de euros, quase setenta milhõezinhos a mais que Barça e Real Madrid na temporada 15-16, analisada pelo relatório mais recente da Deloitte. Fruto dos grandes contratos (Chevrolet, adidas), direitos de transmissão de TV, mais a grana que Old Trafford movimenta em dias de jogos (e fora deles!).
No começo de março de 2017, tive a oportunidade de fazer o tour pelo museu do United, que fica dentro do estádio Old Trafford. Como já era um finzinho de tarde, não dava mais para acessar o campo. Era pegar ou largar.

O uniforme do Newton Heath, no começo da linha do tempo do United

A flamulinha ao lado indica o ano de fundação: 1878. Primeiro como Newton Heath, que era verde e amarelo (em 1992, a Umbro fez um terceiro uniforme com o visual verde-amarelo). Só passou a ser chamado Manchester United em 1902. Desde 1910, os Red Devils estão em Old Trafford,  investimento inicial de 40 mil libras, na grande Manchester. Infelizmente, a história do time vermelho tem uma coisa em comum com o Verdão do oeste catarinense. Em fevereiro de 1958, um acidente de avião em Munique acabou com parte de uma jovem geração promissora e já vitoriosa, os Busby Babes, comandados por Sir Matt Busby – que sobreviveu à tragédia de Munique.

Primeira página do Daily Herald, fevereiro de 1958.

Para um brasileiro, é impossível não lembrar da tragédia da Chapecoense em 2016, impossível não se emocionar na sala dedicada aos Busby Babes, que tem vários painéis e gavetas forradas de jornais de 1958.

Homenagem a Matt Busby

Sir Bobby Charlton, Denis Law e George Best, o quinto beatle, o primeiro football star na Inglaterra. 470 partidas, 179 gols pelo Manchester. Com a United Trinity dos Red Devils em campo, Busby levou o United à primeira de três Copas/Ligas dos Campeões, em 1967-68. Dez anos depois da tragédia.

Continuar lendo “O time mais rico do mundo”

Bayern 2017-18 com visual retrô. E sem Lahm e Xabi Alonso.

Bayern 2017-18 com visual retrô. E sem Lahm e Xabi Alonso.

O Bayern, pentacampeão alemão, fechou a temporada 2016-17 da Bundesliga com 82 pontos, 15 a mais que o vice (o RB Leipzig). Hoje goleou o Freiburg por 4×1, no jogo que marcou a despedida do capitão Philipp Lahm e de Xabi Alonso. E como tem sido praxe, no fim de cada campeonato, o Bayern estreia o “trikot” que vai vestir na temporada seguinte.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A nova camisa 1 do Bayern, com quatro linhas brancas na frente, é inspirada pela segunda camisa de 1973-74 – era de Beckenbauer, Sepp Maier, Gerd Müller e cia vitoriosa. Bacana. Olha só!

 

O timaço do Bayern 73-74, e o visual que inspira a camisa 17-18. FCBayern.com

Mais uma salva de prata na galeria de títulos do Bayern – a primeira de Carlo Ancelotti. E tome banho de cerveja! Continuar lendo “Bayern 2017-18 com visual retrô. E sem Lahm e Xabi Alonso.”

Museu do Chelsea: cultura de futebol e música pop.

Museu do Chelsea: cultura de futebol e música pop.

Publicado em 12 de maio de 2017 e atualizado em 2019

Tours por estádios e museus de times são um clássico para o torcedor/simpatizante de algum time e para o fã de futebol de modo geral. Fiz a visita ao Chelsea Football Club em março de 2017 e este post aqui é sobre a parte do museu dos #blues neste tour, que pode incluir uma visita (guiada) pelo interior do estádio Stamford Bridge, com acesso ao vestiários, setor de imprensa e beirinha do gramado. Adultos pagavam 19 libras pela tour que junta estádio e museu (mais recomendando para quem não conhece Stamford Bridge). Metrô: Fulham Broadway. O ponto de encontro da tour fica ao lado da Matthew Harding Standing, uma das tribunas do estádio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Um bom espaço é dedicado ao elenco que conquistou título europeu, a Champions League 2011-12. Na Europa, o Chelsea também tem duas Recopas, uma Supercopa e agora duas Ligas Europa.

Com a conquista da Premier League 2016-17, o Chelsea tem seis títulos ingleses de primeira divisão. O primeiro foi o da temporada 1954-55, quando a Football League Division I era a elite. De 2004-05 para cá, foram cinco ligas. Na época da visita, eram quatro as taças da Premier League no museu.

A Premier League de 2016-17 já já se junta a estas quatro copas.

Continuar lendo “Museu do Chelsea: cultura de futebol e música pop.”

Roupa nova para os Alviverdes e para os Red Devils.

A adidas revelou uniformes de dois dos grandes clubes com quem tem contrato. A nova camisa I do Palmeiras para 2017 e o segundo uniforme do Manchester United para a temporada 2017-2018.

O home kit do atual campeão brasileiro confirmou a imagem que tinha vazado na internet (clique em qualquer foto acima para abrir a galeria). Com a volta das listras e o distintivo de camisa usado lançado na campanha da Arrancada Heroica, de 1942.

E o clube que foi adversário do Verdão no Mundial Interclubes 1999 revelou hoje o segundo uniforme para a temporada 2017-18 do futebol europeu. O away kit dos Red Devils é inspirado no padrão de estampa da segunda camisa de 1990-92 (não na cor, já que aquele tinha fundo branco). Abra a galeria de imagens dentro do post. Continuar lendo “Roupa nova para os Alviverdes e para os Red Devils.”

Novo manto do Flamengo

Novo manto do Flamengo
Diego e camisa 1 do Flamengo 2017

Saiu o novo uniforme principal do Flamengo para a sequência da Libertadores, Brasileirão 2017 e começo de 2018. As tradicionais listras horizontais rubro-negras são bem mais largas, como o Fla usou em toda a década de 80, de inúmeros títulos. A adidas vestiu o Flamengo na década mais vitoriosa do clube, e o faz de novo desde 2013.

Por falar no fabricante, as três listras da marca estão nos ombros. A golo é Henley (mistura de gola clássica e polo). Bacana!

A estreia do manto vai ser na partida contra a Universidad Católica, em 3 de maio, no Maracanã. Veja os detalhes da camisa 1 do Mengão dentro do post. Continuar lendo “Novo manto do Flamengo”

Dos oceanos para os gramados: uma camisa feita com 28 garrafas plásticas recicladas.

facebook.com/RealMadrid/
facebook.com/RealMadrid/

Na vitória deste sábado contra o Sporting de Gijón (2×1), o Real Madrid usou uma variação do seu atual uniforme 1, feito com material reciclado pela Adidas numa parceria com a Parley for the Oceans. Também reciclada foi a camisa vermelha que o Bayern de Munique usou no empate (1×1) contra o Hoffenheim, em 5 de novembro.
453492

Os uniformes, usados apenas nessas únicas partidas, são produzidos a partir de detritos de plástico marinho, e já podem ser encontrados em lojas brasileiras. Segundo o Facebook do Real Madrid, cada camiseta usou 28 garrafas de plástico. Sustentável, mas nas lojas, para o torcedor, o preço é aquele mesmo. Alto.
Os distintivos dos clubes, as três listras da Adidas e as marcas dos patrocinadores – impressos à base de água – ficaram na mesma cor das camisas. Continuar lendo “Dos oceanos para os gramados: uma camisa feita com 28 garrafas plásticas recicladas.”

Terceira camisa do alviverde (2016)

1472762142069-1781052307

Nos 3×0 contra o Botafogo-PB pelas oitavas da Copa do Brasil, diante de ótimo público no Allianz Parque, o Palmeiras estreou novo terceiro uniforme. Que deve ser usado neste semestre, especialmente no tal do caminho mais curto para a Libertadores. Dois tons de azul, em (bela) homenagem à camisa que o goleiro Fernando Prass usou exatamente na conquista da última Copa do Brasil. Aquele dia foi louco!

Prass !
Prass !

Continuar lendo “Terceira camisa do alviverde (2016)”