Mosaicos da última rodada: 6racies, Xavi. Danke, Jürgen Klopp.

Fim de semana de última rodada das principais ligas nacionais na Europa. Muita festa dos campeões Benfica, Barcelona, PSG, Bayern, Juve… E belíssimas homenagens nas despedidas de Xavi do Camp Nou e de Jürgen Klopp e Sebastian Kehl do Signal Iduna Park, em Dortmund (estádio com média de 80.423 espectadores por jogo!).
O camisa 6 do Barça vai jogar no Qatar depois do fim da temporada e já está louco pra voltar, como treinador ou diretor. O técnico do Borussia deixa o clube por opção pessoal depois de 7 anos e 6 taças (ainda pode ganhar mais uma Copa da Alemanha sábado que vem). Destino: Turquia? Madri?

Confira nos dois vídeos abaixo os mosaicos das torcidas do Barça em homenagem a Xavi (#6raciesXavi) e aos grandes campeões de La Liga – e da “muralha amarela” a Klopp. #DankeJürgen. O cara tirou o Borussia da zona de rebaixamento e ainda o classificou para Liga Europa. O mosaico 3D sobe lá pelos 5 minutos do vídeo.


Fora a alegria do Barça campeão , no Camp Nou, e do Bayern, tricampeão da Alemanha, na Allianz Arena – com direito à guerra de cerveja entre jogadores e canja da banda Imagine Dragons- , a última rodada da Bundesliga e de La Liga teve muita emoção na disputa das vagas restantes para Europa e especialmente pra fugir do rebaixamento. O Barça do #zamora (goleiro menos vazado) Cláudio Bravo, o Real Madrid do #pichichi (artilheiro) Cristiano Ronaldo e o Atlético de Madrid de Simeone vão direto para fase de grupos da Champions 2015-16. O Valencia disputa os play-offs da Liga dos Campeões. O Sevilla garantiu pelo menos vaga na sua querida Liga Europa (15-16), mas se ganhar a final da Europa League 2014-15 vai é pra próxima Champions. Também se garantiram na Liga Europa o Villarreal e o Athletic. O Eibar e o Almería caíram, junto com o Córdoba.   O Dépor se salvou por pouco. O Deportivo La Coruña perdia por 2 a 0 pro campeão, mas conseguiu empatar no Camp Nou e continua um ano mais na primeira divisão! Continuar lendo “Mosaicos da última rodada: 6racies, Xavi. Danke, Jürgen Klopp.”