Festa em Seattle: os Sounders FC são campeões pela primeira vez.

Escudo dos Sounders, já com a estrelinha do campeonato de 2016
Escudo dos Sounders, já com a estrelinha do campeonato de 2016

A capital do grunge, cidade natal de Jimi Hendrix, sede de grandes empresas como Amazon, Boeing, Microsoft e Starbucks agra tem também seu primeiro grande título do soccer.  Os Sounders FC, que levam em média 44 mil fãs (!!!!) ao CenturyLink Field, conquistaram a MLS Cup, o mata-mata final da Major League Soccer, ao derrotar o Toronto FC nos pênaltis, lá no Canadá. Logo se vê que a cidade do grunge e da tecnologia é fanática pelo “esporte bretão”. A franquia entrou na MLS só em 2009, mas a origem dos Sounders remonta à NASL, a liga de soccer (1968-1984) que tinha o Cosmos de Pelé como grande galáxia. A MLS Cup 2016 é o primeiro título de Seattle numa liga de elite do soccer (dentro do post, a lista de campeões da NASL e da MLS).

Recomendo um livro e um vídeo para entender um pouco o fanatismo da Emerald City pelo Sounders: o vídeo do canal Copa90 sobre a “a mais incrível cultura de torcida nos EUA, e o livro de Mike Gastineau, “Soccer: Sucesso em Seattle”, lançado aqui pela editora Grande Área. Parte dessa paixão tem a ver com a mudança da franquia de basquete SuperSonics (de Seattle para Oklahoma, Oklahoma City Thunder)- e também com o apoio dos Seahwaks, do futebol americano (o empresário Paul Allen, dono do time de Seattle na NFL, é sócio da franquia da MLS). E claro, a formação de torcidas, como a Emerald City Supporters.

O goleiro suíço Frei foi o grande herói do título. É fácil entender, vendo o compacto com os melhores momentos abaixo. Continuar lendo “Festa em Seattle: os Sounders FC são campeões pela primeira vez.”

Super Bowl XLVIII

https://www.facebook.com/NFL
https://www.facebook.com/NFL

Denver Broncos e Seattle Seahawks disputam hoje o Super Bowl, a decisão do futebol americano (NFL), que costuma ser o programa mais assistido da TV americana no ano. Pela primeira vez, na região de Nova York / New Jersey: o MetLife Stadium foi erguido no local do Giants Stadium, onde Pelé disputou algumas temporadas com o NY Cosmos.
No intervalo, o cantor Bruno Mars (Grammy de melhor álbum vocal) e a bandaça Red Hot Chili Peppers se apresentam no “halftime show”. Esse show do intervalo já teve The Who, Bruce Springsteen, Prince, Stones, Paul McCartney, Michael Jackson … (veja post anterior).

Já pensou se o futebol brasileiro tivesse algo do tipo, sei lá, na final da Copa do Brasil, ou na anunciada Supercopa do Brasil?