Deu La Roja. Na Copa América.

Chile 2016 (Nike)
Chile 2016 (Nike)

La Roja é a bicampeã da Copa América. É o apelido da seleção do Chile, adotado até no Twitter oficial. A albiceleste Argentina pode ter o melhor do mundo, que mandou no rio Hudson sua cobrança de pênalti, mas La Roja tem a melhor seleção do continente, e comprovou isso com o bicampeonato, na Copa América Centenário, disputada na terra onde o “nosso” futebol é soccer. É o melhor Chile da história, que começa com um grande goleiro, decisivo no Metlife Stadium. Bravo! Que campanha!

Já a La Roja da Europa, a seleção da Espanha (outrora também conhecida como Fúria) caiu nas oitavas de final da Euro 2016, dando adeus ao sonho do terceiro título seguido. Não dá pra reclamar de juiz, como em outras competições (como o Mundial de 2002). A Espanha vacilou diante da Croácia, pegou logo no primeiro mata-mata a sempre perigosa Itália. No primeiro tempo, só deu Itália, diante de uma Espanha irreconhecível. No segundo, Del Bosque mexeu, a Espanha martelou, martelou… até o Piqué virou atacante de referência (talvez pelo fato de Del Bosque não ter levado outros além de Aduriz), La Roja europeia só não marcou porque do outro lado estava a melhor defesa do mundo, capitaneada por um “GIGIgante”: Gigi Buffon.

Atacou, atacou, não fez e acabou levando o segundo, óbvio, num contra-ataque letal ao melhor estilo Azzurra.

Que jogão vai ser Alemanha e Itália! Sairá desse clássico de quartas de final (sábado, em Bordeaux) o campeão europeu de 2016? Voto que sim. Continuar lendo “Deu La Roja. Na Copa América.”

Internazionale 2014-15

https://www.facebook.com/InterOfficialPage?fref=photo
https://www.facebook.com/InterOfficialPage?fref=photo

Com este estiloso uniforme “risca de giz”, mais nero do que azzurro, a Internazionale de Milão entra na disputa da Liga Europa (Uefa Europa League), liga e Coppa italianas. A camisa 4 foi “aposentada” assim que Javier Zanetti pendurou as chuteiras, mas o time ainda tem um bocado de argentinos – especialmente no ataque.

  • >IN>: Dodô (ex-Roma), Nemanja Vidic (ex-Man United), Berni (goleiro,ex-Torino), Gary Medel (Chile, ex-Cardiff), Yan M´villa (Rubin Kazan), Pablo Osvaldo (atacante da Azzurra nascido na Argentina; foi emprestado pelo Southampton à Inter). Voltam de empréstimo: Mbaye, Obi e o goleiro Belek.
  • <OUT<: Zanneti e Chivu se aposentaram, Samuel foi para o Basel, Diego Milito (pro Racing de Avellaneda), Cambiasso foi pro Leicester City, Walter Samuel para o Basel..
  • Estrelas da companhia: Hernanes, o Profeta (ex-São Paulo e Lazio), Campagnaro e Rodrigo Palacio (vice-campeões do mundo), Icardi. Handanovic.
  • Técnico: Walter Mazzari
  • Estádio: por enquanto, a Inter joga no Giuseppe Meazza/San Siro (capacidade para 80.0074 espectadores), mas o novo dono do clube, Erick Thohir -empresário da Indonésia – já anunciou a a intenção de construir um estádio interista.

    https://www.facebook.com/InterOfficialPage
    https://www.facebook.com/InterOfficialPage
  • Em 2013-14, a média de público da Inter em casa foi de 46.246 interistas/jogo – no ranking da Pluri, a 19ª melhor média do mundo. Ocupação: 58% das cadeiras do Giuseppe Meazza.

image

  • Uniformes: confira as galerias de imagens da “maglia” 1…


e também da “maglia” 2 da Inter, com um desenho que lembra a cruz de São Jorge, do brasão de Milão.
Continuar lendo “Internazionale 2014-15”