Flâmulas da rodada

DSC03268 Flâmula do Cruzeiro
Flâmula do Cruzeiro

Flâmula do Cruzeiro, justíssimo campeão brasileiro pelo segundo ano seguido, faltando ainda duas rodadas para o fim do BR 2014. Bi tetra. A Raposa ganhou a Taça Brasil de 1966 e o primeiro Brasileirão da era dos pontos corridos, em 2003. Ano em que ganhou a sua tríplice coroa. Estadual, Brasileirão e Copa do Brasil.

Para repetir a tríplice coroa também em 2014, o Cruzeiro precisa superar uma vantagem de 2×0 do arquirrival. Garantia de emoções na quarta-feira, no Mineirão, numa histórica final nacional entre os dois grandes de Minas. Uma final que valoriza o formato da Copa do Brasil. E que mostra que há espaço para os dois formatos. Brasileirão por pontos corridos e Copa do Brasil em sistema mata-mata.

Parabéns, Cruzeiro! Incrível a marca de Dagoberto, campeão brasileiro pela quinta vez. Primeiro, em 2001, pelo Atlético Paranaense. Depois, Dagol foi bicampeão pelo São Paulo, em 2007 e 2008, e agora bi pelo Cruzeiro.

Continuar lendo “Flâmulas da rodada”

Moda Cruzeiro casual e retrô

FOTO Washington Alves/VIPCOMM

Esta é para quem curte moda esportiva, independentemente do time de coração. O Cruzeiro e sua fornecedora de material, a RBK, lançaram hoje uma coleção casual e retrô inspirada em grandes conquistas da Raposa. Jogadores cruzeirenses como Fábio, Montillo, Farías, Wellington Paulista e Roger participaram da tarde de lançamento ao lado de belas modelos. A coleção está disponível no site do clube e nas lojas Cruzeiro Mania. Para colírio de nossos olhos, na galeria de fotos abaixo publico as fotos das manecas que desfilaram a linha destinada às não menos belas torcedoras do Cruzeiro.

Continuar lendo “Moda Cruzeiro casual e retrô”

Nome(s) do(s) jogo(s)

Um é camisa 1. Outro, veste a 9. Fábio salvou a pátria cruzeirense diversas vezes em La Plata. Garantiu 0x0 no 1º jogo da grande final da Libertadores 2009, entre Cruzeiro e Estudiantes. Pela 9ª rodada do Brasileirão, Ronaldo arrebentou, no Pacaembu. O fenômeno fez 3 gols em Corinthians 4×2 Fluminense. O terceiro, então, foi uma pintura.

Como diria o rock do jovem grupo CPM-22, o mundo dá voltas.

12 é a camisa deles

12 é a camisa de SÃO Marcos e do terceiro goleiro do São Paulo, Denis, os grandes responsáveis pelo 0x0 no choque-rei disputado neste domingo no Palestra Itália. Marcos lidera o Troféu Armando Nogueira, a partir de notas dos comentaristas da Globo, Sportv e GloboEsporte.com.

Foto: Divulgação/VIPCOMM
Denis, camisa 12 tricolor. Foto: Divulgação/VIPCOMM

Já na disputa da Bola de Ouro/Bola de Prata da revista Placar, há cinco goleiros entre os 15 jogadores com melhores médias: Fábio (Cruzeiro, 2º), Renan (Bota, 11º), Victor (Grêmio, 12º), Felipe (Corinthians, 14º) e Bruno (Fla, 15º). Destaque na rodada para a terceira vitória do Internacional, o líder ainda poupando titulares, contra o Goiás. Também estão invictos o Galo, que derrotou o Leão (o da Ilha do Retiro), o Náutico (que virou na Arena da Baixada) e o Santos, que também de virada goleou o Fluminense de Parreira – no 24 de maio que marca 25 anos do gol de Romerito que deu o título brasileiro ao Flu do mesmo técnico, em 1984 (1×0 na 1ª partida da final contra o Vasco, no mesmo Maraca).