Domingo copeiro


Domingo pra copeiro que é copeiro mesmo não sair de frente da TV – ou do telão dos bares – entre uma da tarde e nove da noite. Confira as partidas do Dia IV, que marca a volta do Mundial ao Maracanã e a Porto Alegre – em 1950, teve Copa no estádio dos Eucaliptos, do Internacional (dono do Beira-Rio, que parece ter ficado bem bonito. Na reforma, o colorado teve que vender o velho campo dos Eucaliptos. Que pena!).

  • Suíça x Equador, 13h, estádio Nacional Mané Garrincha, Brasília
  • França x Honduras, 16h, Beira-Rio, Porto Alegre
  • Argentina x Bósnia-Herzegovina, 19h, Maracanã.

Os mascotinhos maneiros que ilustram este post são de uma série de 32 desenhos que a artista plástica Lais Sobral bolou pro blog. Alguns deles estão no ‘papel de parede’ do home page. Confira a série toda aqui no blog Fut Pop Clube ou na página da artista no Flickr.
OS 23 convocados por Alejandro Sabella para a alviceleste: Continuar lendo “Domingo copeiro”

Austrália 2014, no traço de Lais Sobral.

Arte: LAIS SOBRAL : http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/
Arte: LAIS SOBRAL : http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/

A Seleção Brasileira volta ao estádio Mané Garrincha em 7 de setembro. O Brasil enfrentará a Austrália, já classificada para a Copa de 2014, como Japão, Irã e Coreia do Sul. Os Socceroos são o tema da ilustração da artista plástica Lais Sobral, a segunda da série Te Vejo em 2014. Continuar lendo “Austrália 2014, no traço de Lais Sobral.”

Voltamos a apresentar… Brasileirão 2013!

Arte LAIS SOBRAL especial para o @Futpopclube | http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/
Arte LAIS SOBRAL especial para o @Futpopclube | http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/

O Brasileirão 2013 está de volta depois de uma “paradinha” de quase um mês para a Copa das Confederações. Normalmente, já demora pra esquentar, imagine com intervalo no meio. Os pontos ganhos por Coritiba, Vitória, Botafogo e Fluminense, os quatro primeiros colocados depois de 5 rodadas, podem fazer a diferença no fim do ano… A sexta rodada tem partidas em três dos estádios “padrão Fifa” da Copa das Confederações. E dérbis como o Clássico Vovô (Bota x Flu) na Arena Pernambuco -a 1.850 km do Rio- e um San-São em crise técnica. Confira os jogos da rodada e clique nos links para informações sobre ingressos.

“Eu sou você … amanhã?”

Grécia 2004. Portugal 2004. Brasil 2014 (mais Rio 2016!). “Eu sou você… amanhã”?

Sempre que leio as notícias sobre crise econômica na Grécia e em Portugal, não tenho como não me preocupar com o futuro do Brasil… A Grécia gastou os tubos com os Jogos Olímpicos de Atenas 2004. No mesmo ano, Portugal recebeu a Euro 2004. Muitos estádios e outros equipamentos erguidos para essas duas competições andam vazios… ou foram até abandonados. São elefantes brancos. Saca só os custos dos seis estádios usados na Copa das Confederações (para não falar dos outros seis da Copa do Mundo, três deles correndo o risco de serem os novos “Vaziozões”).

Arena Pernambuco, 16/06/2013: https://futpopclube.com/2013/06/17/da-lama-aos-caos/
Arena Pernambuco, 16/06/2013: https://futpopclube.com/2013/06/17/da-lama-aos-caos/
  • Estádio Nacional Mané Garrincha: R$ 1,2 bilhão (US$ 533 milhões)
  • Maracanã: R$ 1,049 bilhão (US$ 466 milhões)
  • Fonte Nova: R$ 699 milhões (US$ 310 milhões)
  • Mineirão: R$ 695 milhões (US$ 309 milhões)
  • Arena Pernambuco: R$ 532 milhões (US$ 236 milhões)
  • Castelão: R$ 518 milhões (US$ 230 milhões)

São estádios, ou melhor, “arenas” com padrão Fifa? São, sim senhor.  Mas a questão é que nada em volta atende o elevado padrão Fifa. O transporte até os estádios está longe de ser padrão Fifa. Não temos trens interestaduais e escolas sequer no padrão Conmebol. A segurança pública, então, passa longe do padrão Fifa. Se algum torcedor estrangeiro passar mal, poderá ver que há hospitais públicos e particulares sem padrão Fifa também. Aliás, muitas coisas na Europa, onde moram os senhores Blatter e Valcke, também não têm padrão Fifa. Na verdade, acho que eles moram em Marte. Não sabiam que no Brasil quase nada tem padrão Fifa? Que isso leva muito tempo para construir?

É muito maneiro assistir a um jogo perto do campo, sem pista de atletismo. Sem dúvida. Não que não possa ser uma experiência legal também se tiver uma pista na frente. Não vai impedir um time de jogar bem, se tiver talento. Não vai impedir que uma torcida faça uma festa linda – como a do São Paulo já fez tantas vezes no Morumbi, como os times romanos fazem no Olímpico da cidade eterna. Aliás, na Europa há excelentes estádios com pistas de atletismo.  A final da Copa de 74 foi num deles, hoje esquecido pelo futebol. Vai me dizer que Alemanha de Beckenbauer x Holanda de Cruyff não fizeram uma grande decisão?
Os três times mais rentáveis do mundo em 2012 (Real Madrid.Barcelona e Manchester United) não têm exatamente estádios novos. Vai me dizer que não poderia ter jogo de Copa do Mundo no Maracanã já bem reformado para o Pan 2007? No Mineirão ou no Castelão de antes das últimas reformas ou no Pacaembu? Com um mínimo de boa vontade, vai me dizer que não poderia ter abertura do Mundial no Morumbi? Não faz tanto tempo assim -Zidane, Ronaldo, Rivaldo jogavam (muita) bola-  fui à Copa de 1998 na França (aliás, bem bagunçada no quesito ingressos; e houve muita briga de torcida) e, com exceção do Stade de France, não havia assim nenhuma arena galática. O Velódrome de Marselha, só agora está ganhando cobertura. O estádio Lescure, em Bordeaux, parecia um pouco com um Parque Antarctica – o de antes da reforma. Aliás, o futuro Allianz Parque (construído pela W Torre) não foi sequer considerado para o Mundial. Nada contra o Beira-Rio, vai ficar bonito, mesmo sem ter público assim tão pertinho do campo como no new Maraca, mas por que o estádio colorado foi convocado para a Copa e a Arena do Grêmio não?

Quem vai jogar no Mané Garrincha? Os grandes times do Rio de Janeiro? Pode ser, porque no Maracanã, não há acerto entre os futuros concessionários e o Flamengo, time de maior torcida. Mineirão: o Cruzeiro não tem lotado o estádio apesar de seu forte programa de sócio; o Galo prefere jogar no Independência, mais barato … e um alçapão fatal para o time visitante. O Castelão não lotou na rodada dupla de reinauguração, com partidas dos dois maiores times do Ceará. E a Arena Pernambuco? É bonita, tem uma acústica interessante, mas fica muito longe do centro do Recife (veja post anterior). Sport e Santa não abriram mão de seus estádios. Sobrou para a torcida do Náutico.

Governar não é construir estádios.

E como dizia pelo menos um cartaz no Castelão em Brasil x México, também “queremos hospitais padrão Fifa”.

Continuar lendo ““Eu sou você … amanhã?””