Um blues para Rory Gallagher

Num 14 de junho, o mundo do blues rock perdeu o espetacular guitarrista irlandês Rory Gallagher. Ele morreu com apenas 47 anos, devido a complicações após um transplante de fígado, em 1995. gallagherDeixou uma pá de bons discos, como Photo-Finish, de 1978, gravado no estúdio alemão do produtor Dieter Dirks, que trabalhou com o Scorpions. Ouvi neste domingo. Gravado por um power-trio. É um blues eletrizante, com muita slide guitar, harmônica de vez em quando, batida sincopada, recomendado para quem gosta de Stevie Ray Vaughan, por exemplo. Certamente, os dois saudosos guitarristas tiveram muitos ídolos em comum – a bio do irlandês no site All Music diz que ele era um grande colecionador de discos e cita Leadbelly, Albert King, Freddie King, Buddy Guy, Muddy Waters e John Lee Hooker como influências – quase todos com clássicos regravados por SRV! Procure Shadow Play ou a balada bluesy Fuel to the Fire na internet. São dois dos destaques do disco. Para sorte de quem vive no século XXI, Rory Gallagher também fez grande shows, registrados em discos ao vivo ou DVDs (leia meu texto anterior). Dica de blog em inglês:   Shadow Plays. Tem notícias de vários shows e festivais em tributo ao guitar hero irlandês.

Rory Gallagher, um herói da guitarra

Se você gosta de guitarristas que misturam rock e blues e não ouviu ainda o irlandês Rory Gallagher, não sabe o que está perdendo. RoryGallagher_DIGI.ai Hoje me deparei pela primeira vez com um DVD triplo do guitarrista, Shadow Play, com 5 shows num programa de rock da TV alemã, entre 76 e 90 – Gallagher morreu em 1995.  Quer conhecer mais? Pode fazer uma busca naquela famoso tubo cibernético. Uma das minhas favoritas é a balada boogie Tattoo´d Lady, que aparece em 3 datas diferentes do Rockpalast, programão alemão! DVD custa caro, ainda mais triplo, mas a minha esperança é que depois de um tempo o preço caia, como costuma acontecer. E aí é uma grande chance para curtir uma guitara que merecia ser mais conhecida no Brasil. Para quem já é fã, vale ter em casa. Como novamente diria um GRANDE repórter amigo meu, O CARA TOCA PRA CARAMBA! O site  www.rorygallagher.com também tem vídeos.