Galo na cabeça

Atlético Mineiro
Flâmula do Clube Atlético Mineiro, campeão da Copa do Brasil 2014, em cima do arquirrival.

O Galo que garantiu boa parte da Copa nas viradas sobre o Corinthians e o Flamengo.

O legal é que a torcida do Cruzeiro saudou o seu time, que acaba de ser bicampeão brasileiro.

2014, ano do 1×7 no Mineirão (lavada tomada por uma seleção que ignorou destaques da Raposa e do Galo), ano de Minas no futebol do Brasil. Raposa bicampeã nacional. Galo campeão da Copa do Brasil pela primeira vez (também conquistou a Recopa sul-americana). Até o Tombense garantiu o título da Série D (quarta divisão) e o acesso  à Série C.
Abaixo, a lista dos campeões da Copa do Brasil.
Continuar lendo “Galo na cabeça”

Ripa na chulipa, pimba na gorduchinha… e o Troféu Osmar Santos 2012 vai para o Galo.

Flâmula do Atlético Mineiro, campeão simbólico do primeiro turno do Brasileirão 2012, com impressionantes 42 pontos em 17 jogos. São 13 vitórias, 3 empates e apenas uma derrota (São Paulo, Morumbi). O esporte do jornal “O Globo” chamou a atenção também para a campanha do Fluminense. O tricolor soma 39 pontos em 18 jogos. Nesse aspecto, o Flu mandou melhor do que no turno do Brasileirão 2010, quando levou a taça nada virtual de campeão no final.
Ainda faltam 2 jogos do turno para o Galo: o clássico contra o Cruzeiro, domingo, no Independência; e o jogo adiado contra o Flamengo (remarcado para 26 de setembro, em Volta Redonda). Conseguirá o arquirrival azul carimbar a “faixa virtual” de vencedor do Troféu Osmar Santos, criado pelo jornal Lance!, para o melhor time do primeiro turno?  Dentro do post, todos os vencedores do “Osmarzão” pé quente. Só em 2008 e 2009, o campeão do turno não conquistou o Brasileirão. Continuar lendo “Ripa na chulipa, pimba na gorduchinha… e o Troféu Osmar Santos 2012 vai para o Galo.”

40 anos do Brasileirão de 71. Deu Galooo!!!

image

Flâmula do Clube Atlético Mineiro, que tem uma estrela em cima do distintivo por causa do título brasileiro de 1971. Foi o primeiro disputado como campeonato nacional -bem, pelo menos até antes da unificação dos títulos, que equiparou Robertão/Taça de Prata e Taça Brasil ao Brasileirão.
O Galo treinado por Telê Santana se tornou campeão do Brasil ao vencer no Maracanã o Botafogo de Jairzinho, furacão da Copa de 70.
Gol de Dario, o Dadá Maravilha. Continuar lendo “40 anos do Brasileirão de 71. Deu Galooo!!!”