Iron Maiden 1.0

The Soundhouse Tapes, o primeiro compacto:  Iron Maiden/Invasion, Prowler
The Soundhouse Tapes, o primeiro compacto: Iron Maiden/Invasion, Prowler

O Iron Maiden do baixista Steve Harris passou por umas seis formações até chegar à que gravou a demo tape, no finalzinho de 78, num estúdio perto de Cambridge, com o vocal Paul Di´Anno, um guitarrista só (Dave Murray) e o batera Doug Sampson, além de Harris. Os caras gastaram toda a grana na gravação e não puderam comprar o resultado final. Depois, quando voltaram com dinheiro para levar a fita equalizada, ela já tinha sido apagada. Harris e cia tiveram que se contentar com fita k7 não mixada com 4 músicas: Iron Maiden, Invasion, Prowler e Strange World. Quase um ano depois, as três primeiras foram lançadas num compacto bancado pela própria banda: “The Soundhouse Tapes”. Vendeu as 5 mil cópias, mas a lenda dizia que 15 mil unidades voaram, o que ajudou a banda a ser contratada pela EMI. NO DVD The Early Years, um executivo da gravadora na época diz que a EMI teve que escolher entre Iron Maiden e Def Leppard. Não dava para contratar os dois. Escolha certa.

Running Free/Burning Ambition, 1º single pela EMI
Running Free/Burning Ambition, 1º single pela EMI

Pouco antes da 1ª sessão de gravações para EMI, novas mudanças: saiu o batera Doug Sampson, entrou Clive Burr. E a guitarra de Dave Murray ganhou a companhia – ou a competição, algumas fontes dizem – de Dennis Stratton. “Running Free” foi a canção eleita para o segundo compacto do grupo, o primeiro pela EMI. Música tocada em shows de quase todas turnês posteriores. No lado B, “Burning Ambition” mostrou o interesse de Harris pelo rock progressivo.  O single superou as expectativas e pintou o convite para tocar “Running Free” na parada “Top of The Pops”, da TV inglesa. O que a BBC não imaginou é que a Donzela de Ferro fez questão de tocar ao vivo, sem playback, “ousadia” perpretada pelo The Who 8 anos antes. Rock é rock mesmo. A performance dessa música no Top of the Pops é um dos extras do já mencionado DVD The Early Years.

Continuar lendo “Iron Maiden 1.0”

Iron Maiden 0.1

Eddie "ataca" a sede da BBC
Eddie "ataca" a sede da BBC

O Iron Maiden já está na América do Sul e daqui a uma semana volta a tocar no Brasil, com a turnê Somewhere Back in Time. No dia 12,a mascote Eddie e cia vão conhecer a Amazônia. Será o primeiro show da banda em Manaus, no Sambódromo (!) local. E pensar que este gigante do heavy metal rock que já vendeu milhões e milhões de discos começou cobrando 5, 10, 15 libras por show, em 1975…

Acho formidável que a imensa torcida, digo, o grande  fã-clube do Iron conserve uma fiel legião de seguidores dos anos 80. Mas ao mesmo tempo essa massa está sempre se renovando. Parte considerável desse público não era nem nascida quando o grupo lançou seu primeiro disco, em abril de 1980.

O blog Fut Pop Clube começa sua cobertura especial da turnê lembrando de um disco que embora lançado apenas em 2002, numa bem bolada caixa de CDs, traz uma gravação anterior ao lançamento do LP Iron Maiden. Você pensa que é só o U2 que toca na BBC, é? O CD duplo BBC Archives, da caixa Eddie´s Archive, traz quatro sons ao vivo no programa Friday Rock Show, da rádio BBC1, em 14 de novembro de 1979, portanto, antes de a banda entrar em estúdio para gravar o álbum de estreia. E uma formação ligeiramente diferente: Tony Parsons numa das guitarras, que Dennis Stratton assumiria a tempo do 1º LP, e Doug Sampson na batera, vaga que logo seria de Clive Burr, até 1982. No texto do encarte de BBC Archives, o produtor do programa se orgulha de ter levantado a bandeira da NWOBHM – New Wave of Brithish Heavy Metal, da qual o Iron foi o líder – e a quarta atração do programa.

Desse começo, BBC Archives resgata ainda 6 pauleiras gravadas no show do Maiden no Reading Festival, agosto de 80, já (ou ainda) com a formação do primeiro disco -Paul Di´Anno, Steve Harris, Dave Murray, Stratton e Burr. O duplo CD apresenta ainda parte de mais dois concertos do Iron em festivais: o Reading de 82 e o Donnington 88, com Bruce Dickinson no vocal. Assuntos para outro post.