Iron Maiden 2.0

killers O segundo álbum do Iron Maiden marcou a estreia de Adrian Smith (ex- Urchin), um “velho” de Dave Murray. Um guitarrista mais melódico, como mostram suas canções (ex: Wasted Years) e carreira fora da donzela.  Killers (02/02/1981) abriu a parceria do quinteto com o produtor Martin Birch, de clássicos como Machine Head, do Purple, referência para os Irons. A maioria das canções (ouça trechos no site da banda) foi composta por Steve Harris bem antes de Adrian entrar. Innocent Exile, por exemplo, existia ante de Harris fundar o Maiden. Clássicos do metal como Wrathchild e Killers já levantavam shows como Live at the Rainbow. Killers não chegou tão alto na parada como o LP anterior (12º, contra 4º de Iron Maiden). Uma pena. É um discão. Se você acha que o Iron não toca nada, tente ouvir Prodigal Son. A formação com Paul Di´Anno lançou ainda dois singles e um excelente mini-LP ao vivo. Continuar lendo “Iron Maiden 2.0”

DVD: “The Early Days”

early-days-01-copia1
Paul Day no vocal (não confundir com Paul Di´Anno), Dave Sullivan e Terry Rance (guitarras), Ron Mathews na bateria e Steve Harris no baixo. Essa foi a primeira (de muitas) formações da banda Iron Maiden, em 1975. Esse quinteto tocou junto até o meio de 76 e dele ficou só o capitão do time, Steve Harris. Tempos em que o grupo que se tornaria o gigante do heavy metal mundial cobrava de cachê 5, 10, 15 libras – só o gelo seco dos efeitos de palco custava 10 libras. São informações como essas, que fazem a delícia de fissurados no rock rápido, pesado e melódico do grupo de Londres, que recheiam o documentário de 90 minutos no duplo DVD “The History of Iron Maiden, Part 1: The Early Days”, disponível no Brasil. A equipe rodou 4 países e fez 40 entrevistas – são ouvidos um monte de ex-roqueiros do grupo, em depoimentos sempre gentis, mesmo quem pediu pra sair aparece “bem na fita”, alto astral total. Sobra apenas para o produtor do primeiro disco, muito criticado pela qualidade do som. Entre os extras que ajudam a documentar a explosão do Maiden, um vídeo caseiro gravado no pub Ruskin Arms, no mesmo dia do lançamento do 1º LP, bem amador mesmo -vale apenas como registro histórico. Mais os cinco primeiros clips do Iron. Apresentações histórias no Top of the Pops, antiga parada de sucessos da rede de TV BBC: com Running Free, o Maiden foi o primeiro a tocar ao vivo, depois de anos e anos de playback – o último a tocar de verdade tinha sido o The Who. E um achado: um filme de 20 minutos – filme mesmo, em preto e branco, produzido pela Granada TV inglesa, sobre este comecinho da banda. A formação que gravou Iron Maiden manda a ver ao vivo, a edição deixa o rock rolar e ainda tem entrevistas curiosas. O DJ Neal Kay, que teve grande importância para o “descobrimento” do Iron, comenta que não gosta do rótulo heavy metal. Mas veste uma camiseta com dizeres tipo Heavy Metal Sounds… Surreal. E tem muito mais material para deleite dos fãs de carteirinha.Clique aqui. Continuar lendo “DVD: “The Early Days””

Iron Maiden 0.1

Eddie "ataca" a sede da BBC
Eddie "ataca" a sede da BBC

O Iron Maiden já está na América do Sul e daqui a uma semana volta a tocar no Brasil, com a turnê Somewhere Back in Time. No dia 12,a mascote Eddie e cia vão conhecer a Amazônia. Será o primeiro show da banda em Manaus, no Sambódromo (!) local. E pensar que este gigante do heavy metal rock que já vendeu milhões e milhões de discos começou cobrando 5, 10, 15 libras por show, em 1975…

Acho formidável que a imensa torcida, digo, o grande  fã-clube do Iron conserve uma fiel legião de seguidores dos anos 80. Mas ao mesmo tempo essa massa está sempre se renovando. Parte considerável desse público não era nem nascida quando o grupo lançou seu primeiro disco, em abril de 1980.

O blog Fut Pop Clube começa sua cobertura especial da turnê lembrando de um disco que embora lançado apenas em 2002, numa bem bolada caixa de CDs, traz uma gravação anterior ao lançamento do LP Iron Maiden. Você pensa que é só o U2 que toca na BBC, é? O CD duplo BBC Archives, da caixa Eddie´s Archive, traz quatro sons ao vivo no programa Friday Rock Show, da rádio BBC1, em 14 de novembro de 1979, portanto, antes de a banda entrar em estúdio para gravar o álbum de estreia. E uma formação ligeiramente diferente: Tony Parsons numa das guitarras, que Dennis Stratton assumiria a tempo do 1º LP, e Doug Sampson na batera, vaga que logo seria de Clive Burr, até 1982. No texto do encarte de BBC Archives, o produtor do programa se orgulha de ter levantado a bandeira da NWOBHM – New Wave of Brithish Heavy Metal, da qual o Iron foi o líder – e a quarta atração do programa.

Desse começo, BBC Archives resgata ainda 6 pauleiras gravadas no show do Maiden no Reading Festival, agosto de 80, já (ou ainda) com a formação do primeiro disco -Paul Di´Anno, Steve Harris, Dave Murray, Stratton e Burr. O duplo CD apresenta ainda parte de mais dois concertos do Iron em festivais: o Reading de 82 e o Donnington 88, com Bruce Dickinson no vocal. Assuntos para outro post.