Estopa e La Roja: uma música pra seleção da Espanha, rumo ao bi da Eurocopa

Iniesta, Villa e Busquets no estúdio com os irmãos Muñoz, do Estopa | http://www.estopa.com

A Espanha, seleção campeã do mundo e da Europa, já tem música oficial na sua luta pelo bicampeonato continental, que seria o terceiro título de La Roja na Eurocopa. O Estopa, grupo de Cornellà (Catalunha) formado pelos irmãos David e José Muñoz, lançou no domingo pela rádio do diário esportivo “Marca” a canção “Showtime 2.0” – versão “futbolera” de “Showtime”, que foi hino da seleção espanhola de basquete, também composto e gravado pela dupla.  E hoje saiu a versão digital do single de “Showtime 2.0”, disponível para compra digital no iTunes. O dinheiro será revertido para projetos de apoio a jogadores desempregados e em situação de risco social, da associação espanhola dos futebolistas (caramba, isso vale uma reportagem!). Continuar lendo “Estopa e La Roja: uma música pra seleção da Espanha, rumo ao bi da Eurocopa”

Craque, o Barcelona faz em casa

Esta foto acima é de uma instalações mais interessantes que o Rolê do FutPopClube encontrou no Museu do Barça, em 2010: torcedores das “penyas” barcelonistas do mundo todo cantam o hino do clube catalão. Demais! Na frente do telão, pequenas telas com imagens dos jogadores. Como se fosse uma plantação. Certamente, uma homenagem às “canteras”, as divisões de base do Barcelona, Na final do Mundial de Clubes 201, a aula de futebol nos 4×0 sobre o Santos, Guardiola mandou a campo inicialmente 9 (nove!) jogadores que de uma forma ou outra passaram pela base “blaugrana”: Valdés, Piqué, Puyol, Xavi, Busquets, Thiago Alcântara, Messi, Cesc Fàbregas e Iniesta. Outros dois “canteranos” entraram no decorrer da partida: Pedro e Fontás. O Flamengo que ganhou do Liverpool em 1981 tinha 7 jogadores da base: Leandro, Mozer, Júnior, Andrade, Adílio, Zico e Tita. Continuar lendo “Craque, o Barcelona faz em casa”