Ultramen

"Olelê", do Ultramen

"Olelê", do Ultramen

Rap + trovadores gaúchos (ouça Peleja.) Reggae + metal (tente a pesada cover de Exodus, clássico de Marley). Junte influências de hardcore (Bem Mal, que me apresentou a uma banda que era muito, muito mais do que rock rápido), Jorge Benjor, Tim Maia (regravação de Johnny). Considero um discão o segundo CD do Ultramen, Olelê. Um dos melhores já gravados por um grupo independente brasileiro. Uma excelente pedida para abastecer o som do carro e cair na estrada, cantando junto refrões como o da ótima Preserve. “Pelo céu ou pelo mar, vou por aí, a procurar/pelo céu ou  pelo mar, vou por aí, a te encontrar”.

U2 sobe no telhado

Quarenta anos depois do último show dos Beatles, num terraço da gravadora Apple Records, o U2 deu uma canja no topo de um prédio da BBC.  Os irlandeses tocaram o novo single Get On Your Boots, Magnificent e os sucessos VertigoBeautiful Day . Na página de música da BBC, tem uma cobertura especial, mas aqui no Brasil acho que não dá para ver os vídeos.  Em todo caso, o show já caiu na rede. Basta procurar naquele  site de vídeos, cujo nome soa muito parecido com o do U2, que estão lá Get On Your Boots e Magnificent.

Memorial do São Paulo

Publicado em 27 de fevereiro de 2009 e atualizado em 2012

FOTOS SCAN COLOR -0006 L-RESUma dica de passeio para o torcedor tricolor é o Memorial do São Paulo F.C., inaugurado em 1994, dentro do estádio do Morumbi. A visita ao Memorial agora faz parte do roteiro Morumbi Tour, do programa Passaporte FC (informações aqui). Grátis, para sócio-torcedor (mediante reserva) e sócio do clube (basta apresentar a carteirinha). No fim do post, acrescentei um vídeo oficial do Morumbi Tour, do Passaporte FC. Continue lendo

Slade, Quiet Riot, Oasis

slade_cum_on_feel_the_noize_e1O que o Oasis (grupo inglês) e o Quiet Riot (banda americana) podem ter em comum, além de tocar rock, com guitarra, baixo e bateria? Ambos regravaram o sucesso do grupo britânico Slade, Cum On Feel the Noize - assim, escrito errado mesmo. A diferença é que o a cover do Quiet Riot foi o carro-chefe do álbum Metal Health, em 1983. Já a versão do Oasis saiu no single da balada Don´t Look in Anger, 1996. Há 36 anos, o Slade entrou de cara no 1º lugar da parada inglesa de singles com a versão original de Cum On Feel the Noize (26/02/1973). Informação do calendário da excelente revista britânica Classic Rock.

“Chapetuba Futebol Clube” volta a jogar

foto: FLÁVIO TOLEZANI

foto: FLÁVIO TOLEZANI

No domingo de polêmicos clássicos em São Paulo, BH, Rio e Milão, o que eu assisti mesmo foi a um clássico do teatro nacional. E peguei no último minuto do tempo normal a peça “Chapetuba Futebol Clube”, escrita em 1959 por Oduvaldo Vianna Filho, o Vianinha. Fotonovela na revista “Placar” nos anos 70, se passa na véspera e no dia de uma partida decisiva de uma segunda divisão paulista. O Chapetuba só precisa da vitória para subir para a primeira divisão. Enquanto alguns jogadores pensam em disputar jogos no Pacaembu, o misto de técnico e jogador veterano do time, Durval, sonha é com uma volta ao Flamengo. Até que aparece um jornalista que tenta subornar o goleiro do CFC, Maranhão. Os jogadores ainda têm que enfrentar os compromissos políticos e a pressão psicológicas dos cartolas – até uniforme novo para a última partida eles inventam… e sabe como jogador (como torcedor) é supersticioso… Pessoal, não tem cena de jogo. A peça se desenrola na pensão onde moram  jogadores e, depois, no vestiário do time, com uma reverência ao rádio como meio de comunicação. Muito interessante. Tem até cenas românticas…

Gostaria de destacar especialmente as atuações de Fábio Pinheiro como o goleiro Maranhão, Flávio Kena como o veterano Durval e Fernando Prata como o desmiolado Cafuné.

Pra quem gosta de teatro é uma ótima dica. Quem se interessa por futebol deveria tentar ver.

Titãs – A Vida Até Parece uma Festa

ATUALIZADO EM MAIO DE 2011
titas_cartaz1 “Só quero saber do que pode dar certo, não tenho tempo a perder…”

Quantas vezes você ouve alguém cantarolando uma letra -como essa de “Go Back”- na poltrona do lado, na sala escura do cinema? Provavelmente só em filmes sobre música ou com trilha sonora de sucessos populares. “Titãs – A Vida Até Parece uma Festa” -dirigido pelo titã Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves- compila gravações caseiras, feitas com a câmera pessoal do vocalista, clips e arquivo de programas de TV. Sem narração em “off”, a história do octecto (hoje quinteto) é contada pelos depoimentos dos próprios músicos. Eu achei que funciona. E sobra bastante tempo para música. Mesmo quem não é assim o fã número 1 de Titãs pode se emocionar com o tratamento dado à perda de Marcelo Fromer, num lamentável acidente.  Pode dar risada com os primeiros registros de shows da superbanda, no teatro Lira Paulistana ou num bar mitzvah no clube Hebraica – ou antes ainda dos Titãs do Iê Iê Iê, da apresentação do Trio Mamão e as Mamonetes, Tony Bellotto à frente, cabeludo, num programa da extinta TV Tupi chamado Olimpop. Gozado, playback por playback, as colagens de apresentações dos Titãs dublando Sonífera Ilha, por exemplo, em programas como Hebe, Raul Gil, Bolinha, Barros de Alencar, Perdidos na Noite etc, dizem muito mais sobre um período do que os video-clips, mais recentes e muito mais caros.
EXIBIÇÃO NO FESTIVAL IN-EDIT BRASIL: Continue lendo

Superquarta

À noite, a superquarta esportiva reservou uma questão para loucos por futebol e blogueiros, como escreve Juca Kfouri em seu blog.  Como acompanhar tantos jogos? Um olho em Grêmio 0×0 Universidad, outro no Deportivo 1×1 Cruzeiro (empate sofrido pelos mineiros no finalzinho), mas o jogão da noite foi o do líder do Paulistão. O São Caetano saiu na frente, abriu 2×0. O Palmeiras virou ainda no primeiro tempo. Logo depois do 3º gol alviverde, Tuta arrancou e foi parado com falta por Edmílson quando Marcos já saía da área, num lance que poderia ser punido com cartão vermelho.  O time comandado pro Luxa matou o jogo com o quarto gol. No finzinho, o azulão ameaçou uma reação. Final, 4×3 para o Palmeiras líder e favorito ao bi paulista. Pra mim, o jovem Keirrison foi a melhor contratação do ano no Brasil. Só resta saber quanto tempo ele permanece no país.

No Rio, Bota 1×0 no Flu. Fogão decide a Taça Guanabara com o Resende.

FNM

Com tantos outros grupos voltando, por que não o Faith no More? Um comunicado no site oficial da banda americana diz que o quinteto está conversando, sem pressão de gravadoras. A formação é quase a clássica que gravou o espetacular “The Real Thing”, com Epic, Falling to Pieces, From Out of Nowhere: Mike Patton (voz), Billy Gould (baixo), Mike Bordin (batera), Roddy Bottum (teclados) e no lugar de Jim Martin, John Hudson (guitarra).

Vem aí

Reportagem de capa do Segundo Caderno de O Globo lista o festival de shows importados  que chegam ao Brasil nos próximos meses, como os de Simply Red, Keane, Iron Maiden, o torcedor do Real Madri Julio Iglesias, Radiohead+Kraftwerk (com Los Hermanos), Liza Minelli, Simple Plan, A-ha, Buddy Guy, Kiss, No Use for a Name, B-52´s, Andrea Bocelli, Burth Bacharah, Robert Cray e Heaven & Hell. E ainda tem Deep Purple, semana que vem. Qual desses shows você tem mais vontade de ver? E que outras atrações gostaria de ver ao vivo no Brasil?

Mais mata-mata

No jogo preferido pelos leitores que participaram da enquete de hoje, o Chelsea venceu a Juve por 1×0, em Londres, pelas oitavas da Champions. Por pouco o time de Turim não igualou o placar no finalzinho. Os blues podem empatar o jogo de volta, em 10 de março.

Em Madri, o Liverpool superou o Real por 1×0, em gol de Benayoun que surgiu de venenosa cobrança de falta do brasileiro Fábio Aurélio (ex-São Paulo e Valência, há tempos na terra dos Beatles), pela ala direita. Os reds  podem empatar em casa. O Liverpool não ganha o campeonato inglês há 19 anos, mas eta time copeiro…

Em Villareal, o “submarino amarelo” só empatou em 1×1 com o Panathinaikos -que pelo gol marcado fora de casa se classificará com empate na Grécia.

Sporting x Bayern? Clique aqui em LEIA MAIS. Continue lendo